quinta-feira, 7 de março de 2019

SESSÃO COM MARCOS FARRAJOTA DA BEDETECA DE LISBOA


No sentido de dar continuidade ao Projeto de Boas Práticas da Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares, foi convidado Marcos Farrajota, da Bedeteca de Lisboa.

Esta visita teve como objetivo desenvolver os espaços de Banda Desenhada nas Bibliotecas Escolares e fomentar a leitura/produção de BD, em especial no projeto "Narrativas Gráficas", integrado no PEM.

Assim, durante a manhã, decorreram visitas às bibliotecas escolares do concelho e cerca das 14h00, na sede da Junta de Freguesia, nos Paços da Cultura,  o convidado participou numa sessão pública, aberta à comunidade, para promoção da BD junto dos públicos escolares.

Esta atividade foi organizada pela RBESJM que conta com a participação das escolas públicas do concelho e deseja alargar a participação ao CEI, bem como a Biblioteca da Junta de freguesia.





 





quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA - FASE MUNICIPAL - PROVA ORAL RESULTADOS FINAIS










CONCURSO NACIONAL DE LEITURA - FASE MUNICIPAL - RESULTADOS PROVA ESCRITA










CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2019 - FASE MUNICIPAL



Na passada 2ª feira, 11 de fevereiro, nos Paços da Cultura, decorreram as Provas do Concurso Nacional de Leitura – Fase Municipal.



As Provas Escritas Digitais realizaram-se durante a manhã, no Espaço Internet e à tarde, as Provas Orais, no Auditório dos Paços da Cultura. 



Concorreram um total de 22 alunos dos três agrupamentos das escolas da cidade e no final foram apurados 3 candidatos por ciclo de ensino, num total de 12.



O júri do Concurso era constituído pelos seguintes elementos:



  • Isabel Pardal (Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares)
  • Irene Guimarães (Vereadora da Educação)
  • Richard Zimler (escritor)
Todas as obras selecionadas para esta fase do Concurso eram da autoria do escritor americano, daí a sua presença como elemento do júri.
Richard Zimler confessou ter ficado encantado e comovido com as interpretações de personagens dos seus livros,  por parte de alguns concorrentes.
O memorável momento musical aconteceu ainda com o violino de Gonçalo Pinto (Esc. Serafim Leite), a canção de Mariza "Quem me dera" interpretada por Mariana Gomes (Esc. Oliveira Júnior) e a dupla de viola e violoncelo de Carolina Loureiro e Ana Francisca Borges Correia Oliveira (Esc. João da Silva Correia).
Uma palavra de apreço a todos os intervenientes.
Aos 12 vencedores desejamos boa sorte para a próxima etapa –  3ª Fase - com provas  nas Comunidades Intermunicipais/Áreas Metropolitanas, que decorrerá entre 7 de março e 30 abril, na Biblioteca Almeida Garrett, no Porto.







domingo, 27 de janeiro de 2019

REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2018/2019


CONCURSO NACIONAL DE LEITURA
13ª edição
11 fevereiro 2019
Fase Municipal - Biblioteca Municipal  - S. João da Madeira


 REGULAMENTO


2ª fase

A primeira fase do CNL decorreu em todas as escolas dos Agrupamentos de S. João da Madeira tendo sido apurados 22 alunos entre os três Agrupamentos.

Objetivo geral

Estimular hábitos de leitura, pôr à prova competências de compreensão, de expressão escrita e de expressão oral.

Júri

· Irene Guimarães (vereadora da Educação);
· Isabel Pardal (coordenadora interconcelhia, representante da RBE);
· Richard Zimler (escritor);

Competências: selecionar as obras a concurso, elaborar as provas e apurar os vencedores.

Obras a concurso

1º ciclo: Hugo e eu e as mangas de Marte, de Richard Zimler 
2º ciclo: O cão que chovia, de Richard Zimler
3º ciclo: Ilha Teresa, de Richard Zimler
Secundário: Os Angramas de Varsóvia, de Richard Zimler


Estrutura das provas 

Prova escrita digital (eliminatória)

10h00 - Paços da Cultura

Questionário com 20 perguntas de escolha múltipla

Apura 4 alunos por ciclo de Ensino

Prova oral

(aberta à comunidade)

14h00 - Biblioteca Municipal

 Leitura expressiva de um excerto (máx. 5 min.)

Dramatização de excerto ou personagem (máx. 2 min.)

Vencedores

Serão apurados 3 candidatos por ciclo de ensino.
Os 12 vencedores passam à 3ª fase: provas nas Comunidades Intermunicipais/ Áreas Metropolitanas, a decorrer entre 7 de março e 30 abril.

Parâmetros de ponderação

Prova escrita: 40%

Prova oral: 60%


· Leitura Expressiva: 20%

     - tempo máximo 5 minutos


· Ritmo 

· Articulação

· Expressividade


· Dramatização de excerto ou personagem - 40%

  - tempo máximo 2 minutos


  - opções:

Representação de excerto selecionado pelo concorrente

   ou

Representação da personagem selecionada pelo concorrente


quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

13ª EDIÇÃO DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2019 (2ª FASE MUNICIPAL)



A 13.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) decorre entre o dia 3 de outubro de 2018, data oficial de abertura, e o dia 25 de maio de 2019, dia da grande final, em Braga.
O objetivo central do Concurso Nacional de Leitura é estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora. A iniciativa tem como destinatários alunos dos 1.º,2.º, 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário.
Cabe ao Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) a iniciativa e o desenvolvimento do CNL, ao longo de quatro fases consecutivas:

2ª Fase Municipal engloba as provas nos municípios, fazendo intervir as Bibliotecas Públicas Municipais, com o apoio das Bibliotecas Escolares.

No dia 11 de Fevereiro serão realizadas provas escritas digitais de manhã e provas práticas durante a tarde na Biblioteca Municipal.

As obras selecionadas para a Fase Municipal são as seguintes:


1º ciclo: 11 fevereiro - "Hugo  e eu e as mangas de Marte" de Richard Zimler

Sinopse: Estamos no verão, e temos mangas maduras em todos os ramos da árvore nova. Têm a cor do sol nascente. A Mamã diz que são tão doces como as outras. É esse o efeito dos círculos, diz ela.»
Um livro sobre um período muito delicado da nossa história, o da descolonização, e suas consequências, a partir dos olhos da infância.


2º ciclo: 11 fevereiro - "O cão que comia chuva" de Richard Zimler

Sinopse: O Zé tem 11 anos e vive em Campo de Ourique, em Lisboa, com os pais, o seu afetuoso e atlético cão Adão e a sua impertinente e preguiçosa gata, Violeta, a narradora da história.


O Zé quer ser guarda-redes profissional e flautista mundialmente conhecido, mas quando começa a regressar da escola com pisaduras nos braços e a sangrar do nariz perde o interesse pela música e pelo desporto. Até se recusa a levar o cão e a gata a passear.

Será que está com medo de alguma coisa? Porque perdeu o seu sorriso entusiasta? Quando a Violeta e o Adão finalmente compreendem as razões para a súbita alteração de comportamento do seu «irmão» humano, decidem defendê-lo — não olhando a perigos. Será que encontram a coragem necessária?

O cão que comia a chuva é uma história comovente e cheia de humor sobre o bullying e os seus efeitos devastadores sobre os mais frágeis.


3º ciclo: 11 fevereiro - "Ilha Teresa" de Richard Zimler

Sinopse: A vida de Teresa muda radicalmente quando os pais deixam Lisboa para irem viver em Nova Iorque. Não estando preparada para a vida na América, com dificuldade para se exprimir em inglês, Teresa encontra refúgio no seu particular sentido de humor e no único amigo, Angel, um rapaz brasileiro de 16 anos, bonito, mas desastrado, que adora John Lennon e a sua música. Mas o mundo de Teresa desmorona-se completamente quando o pai morre e a deixa, a ela e ao irmão mais novo, com uma mãe negligente e consumista.
Os problemas de Teresa confluem para um clímax de desespero no dia 8 de Dezembro de 2009 - aniversário da morte de John Lennon - quando ela e Angel fazem uma peregrinação ao Memorial Strawberry Fields Forever em Central Park. Aí, um terrível acontecimento que nunca poderia ter previsto devolve-a à vida e ao amor.
Em Ilha Teresa, Richard Zimler conta-nos num estilo inteligente, irreverente e com uma certa dose de humor negro a história de Teresa, uma rapariga de 15 anos, sensível e espirituosa, cujo equilíbrio e sentido de identidade se vêem ameaçados quando a sua família deixa Lisboa para ir viver nos subúrbios de Nova Iorque.
Num registo um pouco diferente do habitual, mas igualmente brilhante, Richard Zimler continua a maravilhar-nos pela forma convincente como nos transporta para o admirável mundo das suas personagens.


Secundário: 11 fevereiro - "Os anagramas de Varsóvia" de Richard Zimler

Sinopse: Polónia, ano de 1940. Os nazis isolam milhares de judeus num pequeno gueto em Varsóvia. Erik Cohen, um velho psiquiatra judeu, vê-se obrigado a partilhar um pequeno apartamento com a sobrinha e o adorado sobrinho-neto de nove anos, Adam.
Certo dia, porém, Adam desaparece e o seu corpo, estranhamente mutilado, só é encontrado na manhã seguinte, no arame farpado sobre o muro que rodeia o gueto. Quando um segundo cadáver aparece em circunstâncias muito similares - desta vez o de uma rapariga judia -, Erik e o seu velho amigo Izzy tentam obter respostas, lançando-se numa investigação tão sinistra quanto perigosa.

O mistério adensa-se e as dúvidas também. Serão os próprios nazis responsáveis por aquelas mortes ou estará um traidor judeu envolvido nos crimes?

Neste thriller histórico comovente e arrepiante, Richard Zimler conduz o leitor aos recantos mais sombrios de Varsóvia, num périplo pela própria alma humana.