quinta-feira, 25 de outubro de 2018

FEIRA DO LIVRO USADO | 22 A 27 OUTUBRO | BIBLIOTECA MUNICIPAL

A comunidade educativa é convidada a oferecer às Bibliotecas Escolares livros/documentos usados, mas em bom estado de conservação, para a Feira a realizar na receção da Biblioteca Municipal, em outubro, durante uma semana, no âmbito do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares.
Esta iniciativa anual tem como objetivos específicos a promoção da leitura, o desenvolvimento do espírito empreendedor, a reciclagem de materiais usados e o incentivo ao contacto com livros ou outro tipo de documentos.
A Feira está a decorrer na Receção da Biblioteca Municipal entre 22 e 27 de outubro, destina-se a alunos, professores e comunidade em geral. 

Além das visitas à Feira do Livro Usado em que os alunos podem comprar livros a baixo preço ou trazer um para trocar por outro, as Professoras-Bibliotecárias estão a proporcionar a todos os visitantes uma magnífica e pedagógica "Hora do Conto",  onde é estimulado o prazer e a emoção que advém da leitura de livros.

A organização é da Rede de Bibliotecas Escolares e a Biblioteca Municipal.

 
 
 

     
 
 
 
    
 
  


Feira do Livro Usado 2018, Rede de Bibliotecas Escolares S. João da Madeira,

terça-feira, 23 de outubro de 2018

ESPETÁCULO EÇA AGORA!



No âmbito do Mês Internacional da Bibliotecas Escolares estão a decorrer nos dias 22 e 23 de outubro, nos Paços de Cultura, cinco sessões (10h30; 14h00; 16h00),  da peça de teatro "Eça Agora", com a duração de 45 minutos, destinada aos alunos do 3º ciclo (7º, 8º e 9º anos) de todas as escolas do concelho de S. João da Madeira.

Eça Agora! é um projeto que surge da parceria das companhias Três Irmãos e As Contadeiras com o objetivo de levar obras menos conhecidas de Eça de Queiroz a toda a comunidade Lusófona, através da contação de histórias.
Pretende-se fazer uma viagem ao tempo de Eça e aos tempos dos seus contos. Recuamos para encontrar nas suas evocações dicotomias universais: Vida e Morte, Amor e Ódio, Cobiça e Generosidade. E assim, nestes contos, reencontramo-nos com o presente na intemporalidade da sua escrita, descobrimos Eça Agora!
ESPETÁCULO
Três contadores de histórias  levam aos públicos dois contos de Eça de Queiroz: A Aia O Tesouro. Contando à vez e em duas partes distintas, usam caixas com pop-ups para ilustrar partes das histórias e por vezes com a participação do público em momentos parcialmente improvisados.
O espetáculo começa com uma breve introdução de Eça, a partir de factos biográficos curiosos e segue com os contos. O vocabulário queirosiano mantém-se e a partir dele se descobre o seu universo.

DESCRIÇÃO CONCEPTUAL DA CENOGRAFIA
A cenografia é móvel e minimalista. São malas de viagem em madeira que transportam partes dos contos feitas imagem. São pop-ups que se revelam ao abrir as malas, tridimensionais, profundos e detalhados, que se vêm de longe e de perto. São lugares e coisas desses contos que se transformam ao longo da contação. 
Uns revelam-se de imediato, outros aos poucos, parte por parte à mercê do ritmo do conto. No final, a viagem que se faz por eles é encerrada. Fecham-se as malas e despedimo-nos de Eça para nos encontrarmos no próximo destino.
Aqui está o link do vídeo promocional do espetáculo:

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

FEIRA DO LIVRO USADO | BIBLIOTECA MUNCIPAL | 22 » 27 OUTUBRO





A comunidade educativa é convidada a oferecer às Bibliotecas Escolares livros/documentos usados, mas em bom estado de conservação, para a Feira a realizar na receção da Biblioteca Municipal, em outubro, durante uma semana, no âmbito do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares.

Esta iniciativa anual tem como objetivos específicos a promoção da leitura, o desenvolvimento do espírito empreendedor, a reciclagem de materiais usados e o incentivo ao contacto com livros ou outro tipo de documentos.

A Feira decorrerá na Receção da Biblioteca Municipal entre 22 e 27 de outubro, destina-se a alunos, professores e comunidade em geral.  A organização é da Rede de Bibliotecas Escolares e a Biblioteca Municipal.



terça-feira, 4 de setembro de 2018

Jornadas da Educação 2018/2019 | 5 e 6 de setembro |Paços da Cultura



A 9.ª edição desta iniciativa anual terá lugar sob o lema “Pensar o futuro, educar hoje”.
As Jornadas da Educação 2018/2019 estão agendadas para os dias 5 e 6 de setembro, nos Paços da Cultura em S. João da Madeira. A 9.ª edição desta iniciativa anual terá lugar sob o lema “Pensar o futuro, educar hoje”.

Pretende-se colocar em debate a educação contemporânea, suas complexidades e desafios para o século XXI.

O evento visa, também, assinalar o início do novo ano letivo através da interlocução entre investigadores e especialistas nas matérias em debate, docentes e demais profissionais da educação. As inscrições estão abertas desde já; são gratuitas mas limitadas à lotação do auditório.

O perfil do aluno para o século XXI, a promoção da igualdade de género, as competências socioemocionais, a educação inclusiva e os benefícios da terapia dos sons para as crianças são alguns dos temas que estarão em debate.

As Jornadas da Educação são acreditadas nos termos do Despacho n.º 5741/2015 de 29 de maio.


Os interessados devem proceder à sua INSCRIÇÃO online através deste LINK.
Para fazer o download do PROGRAMA, clicar AQUI.


sexta-feira, 27 de julho de 2018

O PATRIMÓNIO EM EXPOSIÇÃO




No pretérito dia 23 de julho, na Biblioteca Municipal de São João da Madeira, pelas 18 horas, realizou-se a inauguração da exposição de trabalhos realizados pelos alunos do ensino secundário (10.ºB, 11.ºB e 12.ºB), do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite. 

Os trabalhos apresentados foram elaborados no âmbito do Clube Europeu “AESL e a Europa” deste agrupamento, em parceria com a Biblioteca Escolar, assinalando a comemoração do Ano Europeu do Património Cultural – 2018.

Os trabalhos abordam tanto o património cultural material nacional (Mosteiro da Batalha, Mosteiro dos Jerónimos, Estação de São Bento, Casas Típicas de Santana, etc.) como o internacional (Castelo de Chambord Panteão Romano, Kizhi Pogost, etc.). O património cultural imaterial nacional, como o fado, o cante alentejano, o folclore, entre outros, foram também ilustrados.

Os trabalhos, de muita qualidade, revelam criatividade e saber-fazer por parte dos alunos de Artes Visuais deste agrupamento.

Esta exposição poderá ser visitada até ao dia 10 de agosto.