quinta-feira, 22 de setembro de 2016

OUTUBRO - MÊS INTERNACIONAL DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES (MIBE)


O mês de Outubro é o Mês Internacional da Biblioteca Escolar. Esta declaração foi aprovada pela International Association of School Librarianship (IASL) em Janeiro de 2008, quando o comité executivo da IASL aprovou a mudança do Dia Internacional da Biblioteca Escolar (celebrado todas as quadragésima segunda-feira de Outubro) pelo Mês Internacional da Biblioteca Escolar.
O seu objectivo é chamar a atenção sobre a importância das bibliotecas escolares na educação. Esta mudança coincide com o décimo aniversário da sua celebração por parte da IASL, e permite aos responsáveis das bibliotecas escolares de todo o mundo eleger o dia de Outubro que melhor se adapte as suas necessidades com o fim de ressaltar a importância das bibliotecas escolares.


 04 OUTUBRO» ESPETÁCULO "Ele Tem Uma Guitarra e Eu Não Tenho Nada"


Ele Tem Uma Guitarra e Eu Não Tenho Nada é um espetáculo para público escolar em que se contam estórias. Sim, leram bem. Não são histórias. São estórias. Trágicas, urbanas, negras. Que nunca aconteceram na realidade mas acontecem todos os dias nas cabeças dos dois personagens que as vão contar: um rockeiro ex-foleiro e um indigente obediente.               
Dois atores, duas cadeiras, duas bananas e uma guitarra cantam e contam estórias a partir do seu universo pessoal. As estórias – assim como toda a ação – são ornamentadas com um trabalho depurado da palavra e do movimento, acompanhados pela musicalidade da guitarra e das vozes e artilhados de comédia, melodrama, clown, poesia e uma relação ímpar com o público. 

Produção, Dramaturgia, Encenação, Espaço Cénico e Figurinos Coletivo Estupendo Inuendo 
Criação e Interpretação Alexandre Sá e Luís Almeida
Projeto Gráfico Diogo Dias
Vídeo Jworks.pt

24 A 31 OUTUBRO» FEIRA DO LIVRO USADO




Inserido no MIBE e no âmbito do Projeto Educativo Municipal, A RBESJM convida a comunidade educativa é convidada a oferecer às bibliotecas escolares, livros/documentos usados, mas em bom estado de conservação para a feira a realizar de 24 a 31 de outubro, na receção da Biblioteca Municipal.
Poder-se-ão inscrever as bibliotecas e os alunos individualmente, numa perspetiva de desenvolvimento do empreendedorismo e reciclagem dos materiais usados.


quarta-feira, 6 de julho de 2016

Encontro Interconcelhio de Bibliotecas Escolares "Ler a paisagem: outros olhares para as bibliotecas escolares"

«Ler a paisagem: outros olhares para as bibliotecas escolares» foi o tema do encontro interconcelhio de bibliotecas escolares, que decorreu em Arouca entre 4 e 5 de julho.

Foram dois dias de debate, formação e troca de experiências entre os responsáveis das bibliotecas escolares do Entre Douro e Vouga, estando a organização deste encontro a cargo da Rede de Bibliotecas Escolares, da Câmara Municipal de Arouca, da AGA – Associação Geoparque Arouca e do Centro de Formação AVCOA.

O primeiro dia do encontro, foi dedicado à realização de palestras/comunicações por vários convidados especialistas em diversas áreas, tais como Literatura, Arqueologia, Ilustração, Fotografia, Geologia, Educação, Património e Turismo, terminando com uma mesa redonda em que os Vereadores das autarquias dos municípios do EDV apresentaram o trabalho desenvolvido no âmbito das Bibliotecas Escolares. A representar a edilidade sanjoanense esteve a Vereadora da Educação, Dilma Nantes.

O segundo dia, foi de 
Saída de Campo, com o programa “Ler a Paisagem natural de Arouca: Serra da Freita” – Aspetos paisagísticos, geológicos, geomorfológicos, botânicos e faunísticos do território Arouca Geopark e  “ Ler a paisagem edificada da Vila de Arouca”- O Mosteiro de Arouca in situ: contextualização histórica, propriedades, domínios e influências.

Foram dois dias repletos de aprendizagem que muito irá enriquecer o conhecimento que se pretende transversal para as Bibliotecas Escolares.















quarta-feira, 8 de junho de 2016

Nova página de facebook da Rede de Bibliotecas Escolares


Já visitaram a nova página de facebook da Rede de Bibliotecas Escolares de S. João da Madeira?
Façam um "Gosto" e fiquem a par das nossas atividades e sugestões!

Organização sem fins lucrativos
Foto de Rede de Bibliotecas SJM.
Rede de Bibliotecas SJM


Gosto
Comentar

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Encerramento da Exposição Narrativas Gráficas (BD)

De 9 a 25 de maio, decorreu a exposição dos trabalhos realizados no âmbito do Projeto Educativo Municipal "Narrativas Gráficas (BD), organizado pela RBE-SJM. Pode dizer-se que foi um sucesso, pelo entusiasmo que as turmas que produziram e as que visitaram demonstraram.

Um obrigada a todas as escolas, turmas e professores envolvidos e fica a promessa de voltar para o próximo ano letivo!











segunda-feira, 9 de maio de 2016

Abertura da Exposição "Narrativas Gráficas(BD)"

A Rede de Bibliotecas Escolares de S. João da Madeira volta a organizar no âmbito do Projeto Educativo Municipal(PEM), a Exposição "Narrativas Gráficas (BD)". 

Esta ação que é já um projeto continuado tem como principais objetivos a promoção da leitura, a escrita e o desenho, o desenvolvimento da criatividade, o incentivo à leitura e à produção de banda desenhada, bem como o incentivo ao desenvolvimento das literacias da informação. 

Em paralelo, serão também expostos marcadores de livros, resultantes da atividade “Marcar a Leitura”, outro projeto inserido no PEM. Histórias originais em banda desenhada com total liberdade criativa, envolvendo várias áreas multidisciplinares e marcadores de livro para promover práticas de leitura/escrita, num formato livre, podem ser agora apreciados na Biblioteca Municipal de S. João da Madeira.

Esta exposição poderá ser visitada na Biblioteca Municipal, entre 9 e 25 Maio, das 10h00 às 18h30.



 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

segunda-feira, 21 de março de 2016

CHÁ COM MÚSICA E LIVROS – mais um elo de leitura…


No dia 18 de março de 2016, pelas 18 horas, na biblioteca da EBSSL e no âmbito da Semana da Leitura, ocorreu a atividade Chá com Livros e Música. Os alunos dos 5.ºC e 6.ºB mostraram os seus dotes musicais, com a orientação da professora Ana Paula Oliveira, e os pais mostraram os seus dotes de leitores. E entre o canto e a música tocada na flauta pelos alunos, foram-se ouvindo textos selecionados pelos pais. A Associação de Pais e Encarregados de Educação esteve muito bem representada e também fez questão de dar o exemplo e ler para todos os presentes. Claro que os pais também cantaram e houve até quem trouxesse a viola e nos presenteasse com uma composição dos Deolinda!
Como referiu a diretora do Agrupamento, esta foi uma semana “recheada de atividades” e esta é, sem dúvida, uma iniciativa a repetir, acrescentaríamos nós.
De pequenino se faz o leitor, mas é preciso ir acompanhando esta relação com a leitura à medida que se vai crescendo… os encarregados de educação que estiveram na sessão quiseram dizer “Sim, eu estou presente no acompanhamento do meu educando e na promoção e incentivo à leitura”.
Boa! Estamos todos em sintonia! Como na música…






 

Leituras Partilhadas – projeto OLA: mais um elo de leitura


No dia 17 de março de 2016, pelas 14h30, aconteceu a sessão de partilha de leituras do projeto O.L.A. – Operação Leitor Ativo, na biblioteca da EBSSL. Os intervenientes foram os alunos do 10.º A/B da EBSSL e da Universidade Sénior de S. João da Madeira.

 Orientados pelos professores Dina Sarabando e Celestino Pinheiro, os alunos da EBSSL apresentaram as obras do Projeto de Leitura da disciplina de Português - O Nome da Rosa, homenagem póstuma a Umberto Eco, Fala-lhes de Batalhas, de Reis e de Elefantes de Mathias Énard, A Castro de António Ferreira, As Cruzadas Vistas pelos Árabes de Amin Maalouf, Ciranda de Pedra de Lygia Fagundes Telles e Tanta Gente, Mariana de Maria Judite Carvalho.

Os alunos da Universidade Sénior de SJM partilharam a leitura das obras: A Cidade e as Serras de Eça de Queirós, Contos da Montanha de Miguel Torga e Unhas Negras do escritor sanjoanense João da Silva Correia.

Desta partilha, todos saíram mais enriquecidos pelas diferentes visões das obras apresentadas e mais unidos em torno deste objeto que, contrariando os discursos mais apocalíticos, teima em continuar a exercer o seu fascínio – o livro.

No final, o convívio entre os alunos das duas instituições demonstrou que a leitura cria, sem dúvida, elos fortes que permitem o diálogo entre diferentes gerações.